Para ganhar dinheiro com caminhão

316
Lucrei no Frete
Lucrei no Frete
Lucrei no Frete será lançado em versão aplicativo para as plataformas móveis no futuro.

por Gustavo Queiroz

Um dos principais desafios para os caminhoneiros autônomos e para os pequenos frotistas é como manter a rentabilidade de suas operações de transporte. Muito em razão de não saber fazer os cálculos corretos, muitos profissionais e pequenos empresários do setor cobram um valor pelo frete muito abaixo do necessário para manter uma operação saudável.

O baixo custo do frete cobrado gera dois graves problemas: o faturamento é insuficiente para a manutenção adequada do caminhão e para o sustento, bem como prejudica todo o setor, que se vê amarrado por não poder cobrar o valor justo pelo serviço de transporte para não perder o cliente. Atualmente, a defasagem no preço médio dos fretes pelo Brasil está em torno de 15%.

Sabendo disso, o especialista em transportes, José Augusto Dantas, resolveu empreender e lançou a ferramenta Lucrei no Frete, uma plataforma digital capaz de realizar o cálculo do valor justo a ser cobrado pelo serviço de transporte. Para contratar o serviço, gratuito nos 15 primeiros dias para degustação do usuário, o cliente deverá acessar o site www.lucreinofrete.com.br, preencher um cadastro e pagar a mensalidade de R$ 29,90 via PagSeguro (do UOL) após o período de gratuidade.

José Augusto Dantas
Dantas: “Não se pode fazer cálculo em papel de pão. O caminhão é uma ferramenta de trabalho que precisa dar lucro”.

“Estudo o tema de custos há muito tempo. O grande problema é que o autônomo não sabe calcular o seus custos efetivamente, pois são muito simples e não contemplam todos os quesitos que deveria incluir em sua planilha. Por exemplo, uma viagem entre São Paulo (SP) e Recife (PE) pode gastar o equivalente a R$ 500 somente de pneu”, diz Dantas. “Então, resolvi facilitar a vida do cara. Desenvolvi essa plataforma para calcular todos os custos que devem ser considerados e fornecer o valor adequado a ser cobrado por um frete”, completa.

O serviço funciona da seguinte forma, o cliente coloca o CEP de origem e o de destino, a data da viagem e o quanto está sendo oferecido pelo transporte. O Lucrei no Frete mostra, instantaneamente, quanto o profissional estará ganhando ou perdendo nesta viagem, bem como indica o valor a ser cobrado. “O LF calcula todos os custos, inclusive os variáveis como combustível e o desgaste dos pneus, por exemplo. Mas, não contempla as despesas de viagem, como alimentação, hospedagem, banho, ligações particulares, entre outros itens, pois essas despesas acabam sendo muito particulares a cada motorista”, pondera Dantas.

Entre as vantagens que o Lucrei no Frete oferece está a geração de relatórios mensais, permitindo a gestão pelo autônomo ou para cada caminhão de um pequeno frotista. “Este serviço gera relatórios, pois tem memória de cálculo. É por isso que ele é melhor do que o aplicativo da NTC&Logística”, dispara. “O cliente pode ver os gastos com abastecimento no mês, por exemplo”, completa.

Segundo Dantas, o pequeno transportador poderá fazer a gestão completa de sua frota através da plataforma virtual, sabendo o quanto faturou e o quanto lucrou durante o mês. “O relatório gerado no final do mês, individualmente para cada caminhão, subsidiará o cliente do Lucrei no Frete com os dados que ele deve conhecer para uma operação cada vez mais profissional. É possível, sim, ganhar dinheiro com caminhão no Brasil”, finaliza.