Destaque Jost

Jost e Letsara criam case de mercado

Parceria JOST e Letsara

Roberto Queiroz

Os caminhões equipados com novo sistema de 5ª roda já foram entregues para o frotista

Fabricante de soluções para sistemas de acoplamento no segmento de Quintas Rodas, a Jost Brasil, de Caxias do Sul, está abrindo um novo precedente de mercado, recolhendo subsídios do cliente final para influenciar as montadoras na especificação de seu produto no cavalo mecânico que sai de fábrica. No caso específico, para que seja adotado de fábrica um novo modelo de quinta roda com placas poliméricas, em substituição ao tradicional sistema com lubrificação por graxa.

Em seu primeiro case com o novo componente, a Jost acaba de fechar negócio com a Transportes Rodoviários Letsara, frotista de Ijuí/RS, com o fornecimento da Quinta Roda JSK 37CW, e especialmente desenvolvida para este conceito. A transportadora tem 30 anos de história e atua nas regiões Sul e Sudeste e no Mercosul.

A transação foi concluída após intensa bateria de testes no campo, em parceria com o cliente, iniciados ainda em 2017, e cujo desempenho resultou na escolha deste modelo específico. O objetivo do frotista é que esta Quinta Roda seja padrão para todas as suas novas aquisições de cavalos mecânicos. A prática está alinhada ao seu programa Ecosocial, que tem como conceito a reutilização, redução e reciclagem de 100% dos resíduos gerados, já que, entre os benefícios da Quinta Roda 37CW, está a dispensa do uso de graxa na superfície do bloco (Lubfree) e pino rei.

A graxa é substituída por placas poliméricas de desgaste entre a região de contato e atrito com o semirreboque, evitando a contaminação no momento de carga e descarga, em especial de alimentos e grãos. Além disso, outro importante benefício é a redução nos tempos de paradas e custos de manutenção. Recicláveis, as placas são substituídas ao final da vida útil, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

A nova JSK 37CW tem um inserto polimérico de desgaste na região de contato com o Pino Rei, o que evita o contato direto metal-metal, eliminando o uso de graxa e reduzindo o desgaste do Pino Rei.  Esta Quinta Roda é ideal para aplicações que necessitam de limpeza e controle ambiental, como o transporte de alimentos e produtos químicos. O novo produto conta com placas de maior espessura, o que garante maior vida útil e resistência superior quando comparadas a outras placas adaptadas no mercado.

Quinta Roda JSK 37CW

A Quinta Roda Jost JSK 37CW foi desenhada para instalação das placas sem necessidade de adaptações, garantindo a geometria adequada e folga necessária para o acoplamento seguro. Este produto chega para combater as alterações que são comuns no mercado de adaptações, prática não recomendada pela Jost e que colocam em risco a integridade estrutural da Quinta Roda e a correta performance do Pino Rei.

As placas poliméricas prolongam a vida útil do bloco e, além disto, facilitam a manutenção, reduzem a necessidade de paradas e custos com a substituição do produto. A garra de travamento é o único ponto de lubrificação com graxa com sistema que permite que esta peça seja lubrificada sem a necessidade de desacoplar o veículo.

A frota da Letsara que utilizará o modelo 37CW será composta inicialmente por 7 caminhões Volvo FH 520, que devem ser seguidos por veículos Scania, Mercedes-Benz e DAF, em uma operação com carretas semirreboques sider, 4×2 e 6×2. Esse frotista transporta cargas gerais, principalmente peças de reposição para montadoras de carros (GM, Honda e Fiat) , produtos de limpeza (Colgate, Natura) e alimentos em geral.

A Jost iniciou seus trabalhos de campo em 2016 com a Letsara e lançou o produto comercialmente no ano seguinte, depois de testes em mais 12 frotistas, como Cavalinho, Fontanella, Coamo e HU Transportes, entre outros. A estratégia de mercado consiste em visitas a frotistas, com uma apresentação do produto, motivando as compras de fábrica a partir de agora.

De acordo com os testes realizados, as placas resistem até se em alguma situação de emergência alguém atrelar um  pino rei engraxado na nova 5ª roda, desde que os componentes sejam todos originais. O foco da Jost é que as montadoras aumentem progressivamente o fornecimento de fábrica.

O sistema de placas dura de 250 mil a 300 mil km, economizando 50kg por cavalo a cada ano. No sistema convencional, com engraxamento, as antigas duram 5 anos sem manutenção correta, ou 9 anos, se bem cuidadas. A 5ª roda completa inclui sistema de travamento, gavião e garra, pino rei e coxins de borracha.

Related Posts