Conteúdos Logística Notícias

Cone Suape se torna referência de logística

Da redação 

O condomínio de negócios Cone Suape tem contribuído diretamente para o desenvolvimento de Pernambuco através do aumento de investimentos na região. O empreendimento contempla a implantação de plataformas de multiempreendimentos, com soluções multimodais e infraestrutura eficiente, com localização estratégica e projetos voltados para o desenvolvimento de infraestrutura e competências logísticas integradas próximas a polos industriais.

Em uma área de 22 milhões de m2, o Cone Suape vai abrigar cinco unidades de negócios: Cone Multimodal, Cone Plug&Play, Cone Zona de Processamento de Exportação (ZPE), Cone Agregados e o Cone Multicenter, que terá estrutura de grande porte, incluindo hotéis executivos e edifícios empresariais. A estrutura ainda conta com armazéns, pátio para contêiner e estocagem de mercadoria, além de conexão ferroviária, Truck Center e armazéns frigoríficos, reforçando a sua característica multimodal.

Smart City – Ao todo, 4,7 milhões de m2 serão destinados ao Convida, uma cidade planejada e inteligente construída a partir de um investimento inicial de R$ 6 bilhões. O empreendimento, que vai gerar, 17.000 empregos permanentes, receberá estrutura com 20.000 habitações, uma unidade do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e um campus da Universidade Federal Rural (UFRPE), ambos com obras avançadas e com inauguração confirmada para o primeiro semestre de 2018.

O condomínio está sendo construído sob o conceito Eco-Urbanismo, que atende às exigências ambientais e sociais. Dessa forma, seu projeto contempla uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), a criação de uma Ilha Ecológica com coleta seletiva de lixo reciclável e projeto de reuso da água tratada, além de transformação do lixo orgânico em adubo, abrangendo todos os resíduos produzidos dentro do condomínio.

“O Cone se diferencia por oferecer soluções completas aos seus clientes. Não se trata apenas de alugar galpões, pátios ou escritórios. Trata-se de entender o negócio do cliente, demonstrar vantagens competitivas para o mesmo se instalar em nossas áreas”, reforçou Marcos Roberto Dubeux, presidente da empresa.

Logística multimodal – A infraestrutura do projeto se destaca, especialmente, pela integração intermodal (rodovia, ferrovia, porto e aeroporto) e articulação das cadeias produtivas, que devem atender os projetos e serviços das empresas do segundo e terceiro polo industrial do complexo portuário de Suape.

“A ação de vendas para os empreendimentos do Cone é dedicada a segmentos específicos, identificados como de interesse para cada unidade de negócios. Estamos focando nossa linha de atuação em empresas no Brasil e no exterior. No Cone, estão se instalando e vão se instalar companhias do terceiro setor da cadeia de suprimentos, ou seja, aquelas que fornecerão insumos, equipamentos e serviços para as empresas dos primeiro e segundo níveis (terminais, estaleiros, refinaria, petroquímicas, montadoras)”, revelou Marcos Roberto Dubeux, presidente da empresa.

Nos primeiros anos de atuação do Cone, em 2011 e 2012, foi locado um total de 273.000 m2. Atualmente, só no Multimodal, a maior unidade de negócios do condomínio, são 441.000 m2 alugados e ocupados. Atualmente, são 6.000 empregos diretos e mais de 18.000 indiretos. As projeções indicam que as empresas instaladas no Cone Suape vão gerar 24.504 empregos permanentes até 2023, quando terá viabilizado um total de 200.000 empregos, entre permanentes e os gerados durante a sua construção.

Atualmente, mais de 70 empresas estão instaladas no Cone Suape, incluindo o Grupo Pão de Açúcar, Via Varejo, Multivarejo, Martin Brower, Makro, JBS Foods, Aurora, Via Sul, UFRPE, Concrepoxi, CEPE – Governo de Pernambuco, Vitro, TWW Pneus, Netafim, Wärtsilä, Autometal, Bosch, Magneti Marelli, Sulbras, Soenergy, Chep, Petrobras, GRSA, AGV, Modular, Fedex, DSR, Rápido 900 e AddLiner. A S4 Solar Brasil, empresa brasileira de tecnologia em geração de energia elétrica por meio de painéis fotovoltaicos, também chegou à região, ocupando uma área de 5.400 m2.

O complexo industrial de Suape possui localização estratégica no Cabo de Santo Agostinho, a 40 km do Recife. O local fica a 7h de voo ou sete dias de navio da Europa, assim como dos Estados Unidos, ou a 3h30 de outros países da América do Sul, como a Argentina, atraindo olhares de todo o mundo. Por causa disso, Pernambuco se tornou território de interesse comum para grandes empresas nacionais e internacionais.

Related Posts