Yusen Logistics introduz modal ferroviário entre China e Europa

11
Motivados pelo grande número linhas ferroviárias novas na China, a empresa quer tirar proveito da redução de tempo em relação ao marítimo.

A Yusen Logistics está introduzindo o modal ferroviário no transporte de carga entre a China e a Europa. A novidade foi motivada pelo grande número de novas linhas ferroviárias já inauguradas em território chinês e as tantas outras previstas para serem entregues até 2020. Entre os principais benefícios estão o custo menor, se comparado com o transporte aéreo, e o tempo reduzido, em relação ao transporte marítimo. Para a Yusen, são diferenciais que podem atrair o cliente, pois o modal ferroviário tem alto nível de confiabilidade em termos de tempo para entregas de porta a porta e emite baixo nível de emissão de poluentes.

Só para dar uma ideia da redução de tempo, em relação ao transporte marítimo, uma carga de Hamburgo, na Alemanha, para Shangai, na China, leva 30 dias de navio e 16 dias apenas de trem. De Moscou para Shangai, a diferença é ainda maior, são 35 dias via marítimo e 12, pelo ferroviário. A princípio, a Yusen vai trabalhar em parceria com a China Railway, Russia Railway, KZ Railway e Deutsche Bahn.

A expectativa da empresa é de que a possibilidade de transportar carga de trem da China para a Europa vai ser bastante aceita pela indústria de eletrônicos, que deve abarcar quase a metade do volume, material de construção e de máquinas e equipamentos pesados.