Destaque Renault

Rodamos 750 km com o novo Renault Duster Oroch Dynamique 2.0

Renault Duster Oroch Dynamique 2.0

Em cerca de 750 quilômetros percorridos pelo Estado de São Paulo com a nova caminhonete Renault Duster Oroch Dynamique 2.0 com câmbio manual de seis marchas (versão topo de linha que custa: R$ 72.490), pudemos observar as principais características do modelo, que possui muito mais virtudes do que fatores negativos.

Renault Duster Oroch Dynamique 2.0

A A relação final encurtada do câmbio de 6 marchas e o motor 2.0 são os grandes destaques do Oroch.

Rodamos com a versão Dynamique, equipada com motor Flex 2.0 de 16V, que entrega 148 cavalos de potência a 5.750 rpm se abastecido com etanol e 143 cv a 5.750 rpm quando abastecido com gasolina. Também recebe a transmissão manual de seis marchas do Duster 4×4.

A relação final encurtada facilitou a troca das marchas, tendo assegurado maior agilidade na retomada de velocidade mesmo em situações adversas. Para exemplificar, realizamos uma curta viagem entre Vinhedo e Itatiba, no interior paulista, pela Rodovia Edenor João Tasca, um sinuoso trecho de 17 km com muitas curvas, aclives e declives. Haviam cinco adultos e pouca bagagem, mas que garantiam peso extra à picape. Percorrido em cerca de 0h30, o trecho apresentou verdadeiros desafios em razão de sua geografia e revelou excelente estabilidade do Oroch nas curvas fechadas e rápida recuperação de potência e velocidade nas incessantes – porém necessárias – trocas de marchas durante todo o percurso, especialmente, nas áreas com fortes aclives.

A função EcoMode, para reduzir o consumo de combustível, foi testada em diferentes situações. Facilmente acionado no painel central, este recurso limita a potência e o torque do motor, bem como reduz a potência do ar-condicionado, entregando uma redução de aproximadamente 10% no consumo de combustível. Também com o objetivo propor uma condução econômica e aproveitar o melhor desempenho do propulsor, o sistema Gear Shift Indicator (GSI) indica ao motorista a troca correta das marchas.

O bom acabamento interno, incluindo bancos revestidos em couro, confere em um ambiente moderno e aconchegante, especialmente para quem está ocupando a parte dianteira do Oroch. Os passageiros acomodados no banco traseiro também podem desfrutar do mesmo grau de acabamento, porém, o espaço entre os bancos pode incomodar os passageiros mais altos considerando o posicionamento adotado nos bancos dianteiros.

Renault Duster Oroch Dynamique 2.0

Caçamba pode transportar até 650 kg.

Uso misto – Além de servir como veículo de passeio, a caçamba não deixa esquecer a verdadeira vocação de uma caminhonete: aplicação comercial. Uma caçamba existe e deve ser usada para transportar carga, caso contrário se trata de área inútil. Sendo assim, o Renault Duster Oroch pode ser uma solução muito interessante para o perfil urbano, considerando dois perfis de clientes para uso misto: transporte de equipe + carga, ou; transporte pessoal + carga.

No uso urbano, o Oroch pode ser o veículo na medida ideal para quem precisa de uma caminhonete que ofereça um grau superior de conforto em relação às picapes pequenas (Saveiro, Strada, entre outras) e também não querem rodar com as sofisticadas picapes médias (Ranger, L200, Hilux, Amarok, S10, e outras), que podem se transformar em verdadeiros “trambolhos” nas grandes cidades, em situações de estacionamento, por exemplo.

Dessa forma, os proprietários de pequenos comércios podem adotar este modelo para o transporte pessoal e da família, bem como para realizar o transporte de diversos tipos de mercadorias comercializados por suas lojas. Em uso estritamente profissional, pode ser usado para transportar equipes de trabalho e seus equipamentos com o conforto necessário.

A caçamba detém capacidade para transportar 683 litros de carga (equivalentes a 650 kg) em um compartimento de 1.175 mm de largura x 1.350 mm de profundidade. O espaço conta com oito anéis de fixação (cada um suporta 50 kg). A tampa da caçamba suporta até 80 kg, porém, não possuí sistema de amortecimento, tornando o seu manuseio (abrir e fechar) realmente pesado. A principal vantagem da caçamba é que o estepe não ocupa este espaço, estando posicionado sob o compartimento de cargas.

Nas diferentes cidades em que percorremos com o veículo (São Paulo, Jundiaí, Vinhedo, Itatiba e Campinas), o câmbio de seis marchas com relação final encurtada foi crucial para o bom desempenho da caminhonetes. Pois, mesmo em situações de tráfego pesado, a troca de marchas para potências superiores ou inferiores assegurava a agilidade do Oroch no trânsito, permitindo retomadas de velocidade mais ágeis. Mesmo carregado, o Renault Duster Oroch Dynamique 2.0 manteve o seu bom desempenho operacional, com rápidas respostas do propulsor, baixo consumo de combustível e boa estabilidade nas rodovias percorridas.

Renault Duster Oroch Dynamique

Passamos por quatro cidades do interior de São Paulo, além da própria capital.

Oroch – A caminhonete derivada do SUV Duster é montada na fábrica de São José dos Pinhais (PR), tendo sido projetada pela RTA (Renault Technology Americas), que desenvolve para o consumidor latino-americano. As linhas da Renault Duster Oroch são assinadas pelo Technocentre da Renault, na França, em parceria com o Renault Design América Latina (RDAL), o único estúdio de desenho e estilo da marca no continente americano, instalado em São Paulo.

Entre os acessórios do Oroch, destaque para o extensor de caçamba, que permite aumentar o comprimento em 603 mm (ou seja, 1.350 mm + 603 mm) e levar cargas de até 2 metros em diagonal, além de ampliar a capacidade de carga em 306 litros (ou seja, 683 litros + 306 litros). Depois de recolhido e colocado dentro da caçamba, o extensor pode ser usado como divisória, criando dois espaços separados para a carga. Além disso, o extensor pode ser esticado e travado, servindo como uma rampa para subir motos e bicicletas na caçamba.

Oroch 2.0

Peso: 1.346 kg;
Dimensões: Comprimento 4,693 m; largura 1,821 m; altura 1,695 m; entre-eixos 2,829 m;
Caçamba: 650 kg / 683 litros;
Motor: 16 válvulas, comando duplo, flex;
Cilindrada: 1.998 cm³;
Potência: 143/ 148 cv a 5.750 rpm;
Torque: 20,2/20,9 kgfm a 4.000 rpm;
Tanque: 50 l;
Transmissão: Manual de seis marchas;
Tração: Dianteira 4X2;
Direção: Hidráulica;
Suspensão: Independente, McPherson na dianteira e multi-link na traseira;
Freios: Sistema ABS com discos ventilados de 269 mm de diâmetro na dianteira e freios traseiros com tambores de 229 mm de diâmetro;
Pneus: 215/65 R16.

Related Posts