´Frota Certa` Michelin otimiza gestão da condição dos pneus

43
Serviço inovador oferece soluções em torno do pneu para otimizar a gestão da frota do transportador

A Michelin apresentou esta semana ao mercado o serviço Frota Certa, que visa oferecer uma nova solução para a gestão do parque de pneus do transportador. O serviço é realizado pela rede de distribuição Michelin, que conta com profissionais capacitados e alta tecnologia para realizar as inspeções regulares no cliente.

O serviço é feito através da visita de um responsável técnico, que verifica a pressão e a profundidade da escultura do pneu, além de identificar eventuais anomalias. Os dados apurados são processados, armazenados e automaticamente transformados em relatórios, que poderão ser acessados pelos usuários no portal da oferta Frota Certa, a qualquer momento, em qualquer aparelho com internet.

Serviço garante maior disponibilidade do veículo e menor número de paradas para manutenção

“Estamos investindo em tecnologia para reduzir custos no transporte e facilitar a operação das empresas”, explicou Antonio Crespo, diretor de Marketing e Vendas da Michelin América do Sul. Segundo o executivo, “a revolução digital tem nos permitido ir ainda mais longe nos serviços em torno do pneu, devido a suas novas ferramentas, que possibilitam aumentar a velocidade do trabalho e a qualidade das inspeções e dos diagnósticos”.

Além desse diagnóstico, regularmente, a Michelin presta uma consultoria, ajudando os frotistas a transformar todas essas informações em ações concretas para melhoria da gestão do seu negócio.

A oferta contribuirá para proporcionar mais segurança, produtividade e redução do custo operacional para as empresas. Ao informar, de forma rápida e simples, a situação em que se encontram os pneus, alertando sobre a necessidade de calibragem, rodízio e/ou alinhamento, proporcionando o aumento da performance de pneu, reduzindo o consumo de combustível, seu principal custo operacional.

Adicionalmente, ao cuidar bem dos pneus, a empresa diminui o risco de paradas, ou mesmo acidentes, causados por pneus mal calibrados, desalinhados ou, até mesmo, carecas. Atualmente mais de 13.000 veículos em contrato já utilizam o novo serviço.