Aumenta movimentação de cargas no país

36
Aumento na movimentação de cargas foi de 32,4% em relação ao período anterior

Da redação

Segundo balanço mensal da AT&M Tecnologia, líder no processo de averbação eletrônica, o mês de setembro registrou R$ R$ 396 bilhões em movimentação de transporte de cargas no país, para efeito de seguros, incluindo o seguro de responsabilidade civil obrigatório, conforme resolução 247 do órgão regulador SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), gerando a movimentação de 80 milhões de documentos de seguros, entre transportadoras, corretores, embarcadores e companhias de seguros. Em setembro de 2016, foram registrados R$ 299 bilhões em movimentação de transporte de cargas, gerando a movimentação de 60 milhões de documentos entre transportadoras, corretores, embarcadores e companhias de seguros. No período comparativo, foi registrado um aumento de 29,5% em relação à quantidade de cargas averbadas com seguro.

Segundo, o sócio diretor da AT&M, Flademir Lausino de Almeida, após as novas exigências das Secretarias de Fazenda dos Estados e Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) em relação ao preenchimento do MDF-e (Manifesto de Documentos Fiscais eletrônico) – versão 3.00, que entraram em vigor no início deste mês, muitas empresas de transporte estão se adaptando para cumprir essas novas determinações. “No entanto, a nossa equipe está trabalhando 24 por dia o para esclarecimento de dúvidas das empresas transportadoras de cargas, corretores e grandes corretoras de seguros”, destaca Flademir.

Hoje, a AT&M Tecnologia atende 20 mil empresas no mercado de transporte de cargas e seguros, sendo responsável pelo registro e movimentação de mais de 80 milhões de documentos por mês, que são emitidos pelas empresas de transportes e embarcadores na realização do transporte de suas cargas. A AT&M detém em torno de 40% do mercado de sistemas e serviços para a averbação do seguro de transporte de carga. É responsável pela quase totalidade das companhias de seguros que atuam no segmento de transporte de cargas e em torno de 800 corretores, destaca Flademir Lausino de Almeida.