Fernando Alex

Como a roteirização melhora indicadores de desempenho logísticos?

WS 5700

por Fernando Alex, executivo de Contas da Benner

Em tempos de redução de custos e otimização de negócios, gerenciar riscos logísticos de forma eficiente e contar com um controle rígido de rastreamento e monitoramento da carga são ações imprescindíveis para garantir alta performance e rendimento em transportadoras. Mas há um outro aspecto muito importante para obter um indicador de desempenho que traga um verdadeiro diferencial competitivo no segmento, e reconhecimento de mercado e esse aspecto é o trabalho com uma roteirização eficaz para as entregas.

Roteirização é realizar uma sequência eficiente de entregas e coletas de mercadorias dentro de um percurso otimizado. E a automação logística é o que vai permitir que a empresa transportadora encontre, de fato, a sequência de visitas a um determinado número de clientes, em uma zona de coleta ou distribuição.

Mas esse processo não se dá apenas definindo os melhores caminhos para entregas, muito menos apenas sequenciá-las. É um processo de análise de um universo e da frota de veículos disponíveis, envolvendo montagem de cargas, composição de percursos sequenciados e por aí vai. Inclusive, com o histórico do monitoramento logístico, a transportadora pode tratar mais adequadamente todos os pedidos e cargas a serem distribuídos, ainda que sejam aleatórias e de diferentes clientes. Tudo através dessa complexa análise e organização.

Um sistema de roteirização ajuda a maximizar a organização das cargas, identificando o perfil do veículo necessário e as melhores rotas, com o planejamento detalhado do trajeto. Esse sistema leva em conta aspectos geográficos, técnicos, físicos e até sociais – já que também são considerados riscos logísticos, evitando-se regiões de alta incidência de roubos de carga, por exemplo.

Os dados levantados, alinhados com um pensamento logístico e operacional, otimizam ainda mais todo o processo da roteirização e fazem as empresas de transporte oferecerem, cada vez mais, melhores soluções. A transportadora que melhor combinar os elementos que compõem uma roteirização de qualidade sai na frente.

Uma roteirização eficiente trará para a transportadora benefícios como:

  • Melhores prazos de entrega por conta otimização das rotas, que reduzem distância e tempo para realização das viagens;
  • Melhoria no dimensionamento da carga e da frota;
  • Menor consumo de combustíveis e, consequentemente, menos custo;
  • Gestão mais eficiente na manutenção da frota;
  • Racionalização do uso dos motoristas;
  • Controle amplo do processo de carga e descarga;
  • Apuração mais precisa dos custos envolvidos no frete, como pedágios, por exemplo e, consequentemente, redução de custos.

Vamos a exemplos completos. Se em um determinado frete o veículo sai com 40 entregas diferentes, quer dizer que ele vai parar em 40 clientes com endereços diferentes. Utilizar controles manuais, como planilhas em Excel, para fazer o controle dessas entregas e identificar o roteiro mais inteligente a ser seguido, para ser mais econômico e eficiente, não é uma tarefa fácil, certo?

Por isso, contar com automação logística e uma boa solução de roteirização é a melhor estratégia para uma transportadora ganhar em eficiência. A medida indicará, além da melhor rota, qual a melhor maneira de fazer o carregamento do caminhão, automatizando o processo de segregação de carga no carregamento dos veículos. Com isso, ganha-se agilidade, tempo, dinheiro e qualidade.

Os fretes são otimizados e as cargas entregues no menor tempo e a um menor custo, aumentando o desempenho do gerenciamento de riscos logísticos e de toda a operação logística.

Agora, a questão não é mais quem oferece ou não um sistema de roteirização, mas quem realmente entrega uma roteirização de qualidade. A competitividade aumenta, e, novamente, larga na frente quem combina melhor todos os elementos responsáveis por um bom sistema que reduza os custos do frete em todas as suas etapas. Em tempo de retomada da economia e necessidade de crescimento, cada vez mais é preciso buscar soluções para atingir uma alta performance e trazer competitividade para a indústria como um todo.