Agricultura de Precisão reduz custos na lavoura

34
Case IH apresentará tema na EsalqShow, no próximo dia 11, em Piracicaba (SP)

Da redação

A Case IH participará da Feira de Inovação Tecnológica para o Agronegócio Sustentável (Esalqshow) na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), em Piracicaba (SP), nos dias 10 e 11 de outubro. A marca abordará questões relacionadas à agricultura de precisão, dentro da temática “Soluções Biológicas”, mostrando as economias geradas pelo uso da tecnologia. O evento é realizado pela Universidade de São Paulo e tem como objetivos fomentar o empreendedorismo no setor agrícola e discutir as demandas de  inovações tecnológicas em agricultura e meio ambiente.

A Case IH terá dois estandes no local e também realizará uma palestra sobre agricultura de precisão, dentro da programação da AgTech Valley Summit –Soluções Biológicas. O palestrante será o diretor de Marketing de Produto da Case IH, Marco Ripoli, e o debate está agendado para as 16h no dia 11.

Ripoli vai falar sobre o atual sistema de automação e os  níveis que ele deve atingir. Também abordará as inovações de telemetria e os desafios do setor. “A agricultura de precisão agrega valor para o agricultor, pois ela busca a otimização dos recursos e a redução dos custos de produção”, ressalta.

Durante a palestra, o diretor de Marketing de Produto da Case IH vai destacar as contribuições das soluções biológicas para a agricultura de precisão, assim como mostrar que, gradativamente, o custo dos insumos pesam na conta do agricultor, exigindo um melhor gerenciamento das operações.

“ Cada vez mais se torna necessário aplicar os pulverizadores no local, na hora e com as taxas exatas para obter uma redução de custos”, diz Ripoli, que ressalta a importância da tecnologia no monitoramento de novas pragas, nos mapas de infestação e de prescrição de aplicação das operações de pulverização.

Mais sobre o evento – Esalqshow, terá como uma das  atrações, no dia 10, o Encontro de Lideranças em Agricultura, com a participação de representantes de universidades, centros de pesquisa, associações e outras instituições do Brasil e do exterior, que vão apresentar suas visões sobre o tema central do evento.

No dia 11 de outubro, este debate será ampliado no AgTech Valley Summit, por meio de palestras, mesa-redonda e interação com o público a partir de seis enfoques: Bioeconomia, Integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF), Produção Animal, Biotecnologia, Controle Biológico de Pragas e Doenças e Agricultura de Precisão.